Skip Navigation LinksHome > Media Center > Notícias
15/12/2017

Aneel realiza na B3 licitação de Geração 02/2017

São Paulo, 15 de dezembro de 2017 -B3 conduziu nesta sexta-feira a sessão pública de licitação de Geração nº 02/2017 da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) para as concessões de 11 lotes com empreendimentos nos estados da Bahia, Ceará, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Piauí, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Tocantins. As instalações deverão entrar em operação comercial no prazo de 36 a 60 meses a partir da data de assinatura dos contratos de concessão das usinas hidrelétricas.

O proponente Consórcio Engie Brasil Transmissão, representado pela corretora J. Safra, ofertou proposta de R$ 231.725.000,00 pela concessão de linhas de transmissão e subestações no estado do Paraná (lote 1), representando deságio de 34,80% sobre o valor máximo de receita anual permitida definida no Edital.

A proponente Celeo Redes Brasil, representada pela corretora Lerosa, ofertou proposta de R$ 85.271.000,00 pela concessão de linhas de transmissão e subestações nos estados do Piaui e Ceará (lote 2), representando deságio de 53,21% sobre o valor máximo de receita anual permitida definida no Edital.

A proponente Sterlite Power Grid Ventures Limited, representada pela corretora Ativa Investimentos, ofertou proposta de R$ 313.100.000,00 pela concessão de linhas de transmissão e subestações nos estados do Pará e Tocantins (lote 3), representando deságio de 35,72% sobre o valor máximo de receita anual permitida definida no Edital.

A proponente Neoenergia, representada pela corretora Terra Investimentos, ofertou proposta de R$ 126.000.000,00 pela concessão de linhas de transmissão e subestações nos estados do Tocantins e Bahia (lote 4), representando deságio de 46,62% sobre o valor máximo de receita anual permitida definida no Edital.

A proponente Cesbe Participações, representada pela corretora Spinelli, ofertou proposta de R$ 14.431.000,00 pela concessão de linhas de transmissão e subestações no estado do Rio Grande do Norte (lote 5), representando deságio de 53,94% sobre o valor máximo de receita anual permitida definida no Edital.

A proponente Neoenergia, representada pela corretora Terra Investimentos, ofertou proposta de R$ 57.325.000,00 pela concessão de linhas de transmissão e subestações nos estados da Paraíba e Ceará (lote 6), representando deságio de 44,56% sobre o valor máximo de receita anual permitida definida no Edital.

A proponente Construtora Quebec, representada pela corretora Planner, ofertou proposta de R$ 32.600.000,00 pela concessão de linhas de transmissão e subestações no estado de Minas Gerais (lote 7), representando deságio de 34,65% sobre o valor máximo de receita anual permitida definida no Edital.

O proponente Consórcio Linha Verde, representado pela corretora Planner, ofertou proposta de R$ 32.978.000,00 pela concessão de linhas de transmissão e subestações no estado de Minas Gerais (lote 8), representando deságio de 35,50% sobre o valor máximo de receita anual permitida definida no Edital.

A proponente EEN Energia e Participações, representada pela corretora Walpires, ofertou proposta de R$ 9.090.608,00 pela concessão de linhas de transmissão e subestações no estado da Bahia (lote 9), representando deságio de 47,86% sobre o valor máximo de receita anual permitida definida no Edital.

O proponente Consórcio BR Energia/Enind Energia, representado pela corretora H.Commcor, ofertou proposta de R$ 7.285.000,00 pela concessão de linhas de transmissão e subestações no estado do Pernambuco (lote 10), representando deságio de 40,00% sobre o valor máximo de receita anual permitida definida no Edital.

O proponente Montago Construtora, representado pela corretora Geração Futuro, ofertou proposta de R$ 4.030.000,00 pela concessão de linhas de transmissão e subestações no estado do Pernambuco (lote 11), representando deságio de 52,91% sobre o valor máximo de receita anual permitida definida no Edital.

Os empreendimentos totalizam 4.919 quilômetros (km) de linhas de transmissão e 10.416 mega-volt-amperes (MVA) de capacidade de transformação de subestações.

A receita anual permitida contratada foi de R$ 913.835.608,00, um deságio de 40,46% em relação a receita anual total permitida no edital, de R$ 1.534.803.520,00.

Para saber mais sobre a operação acesse o Edital.

  • |
  • |
  • |
  • |
MAIS NOTÍCIAS
  • Mostrar
  • resultados
  • Mostrar
  • resultados