CRI Certificado de Recebíveis Imobiliários Papel transforma fluxos de recebíveis em ativos negociáveis à vista, liberando mais recursos para o segmento

O CRI é um dos papéis de Renda Fixa com maior apelo entre os investidores. Para pessoas físicas seu principal atrativo está no fato de oferecer isenção de Imposto de Renda.

Lastreado em créditos imobiliários e emitido exclusivamente por companhias securitizadoras, o título vem se consolidado como um importante instrumento de fomento  do setor.

Sua remuneração é garantida por taxa prefixada, flutuante ou Índice de Preços.

O CRI transforma fluxos de recebíveis de médio ou longo prazo em ativos financeiros negociáveis à vista. Dessa forma, possibilita que incorporadoras, construtoras, imobiliárias e instituições financeiras que tenham créditos com lastro imobiliário contem com mais recursos para aplicar no segmento.

Há dois tipos de emissões de CRI: as baseadas em contratos performados e aquelas cujo lastro contém contratos não performados.

No primeiro caso, os empreendimentos imobiliários que deram origem aos contratos que servem de lastro às emissões já foram concluídos. No segundo, os imóveis ainda não estão finalizados.

Os investidores que optam por CRIs obtém remuneração baseada no fluxo financeiro gerado pelos empreendimentos imobiliários.

Entretanto, vale lembrar que, ao adquirir o título, o aplicador assume também o risco de crédito primário do emissor.

A Cetip realiza o depósito e o registro de CRIs e é líder nesse segmento.

Vídeo

  • |
  • |
  • |
  • |